Cariocas não gostam de dias nublados

(Se você acompanha os dois blogs peço desculpa pela repetição do post, mas quanto mais gente ler, melhor)

O fato de cariocas não gostarem de dia nublado em nada tem haver com praia, carioca não gosta de dia nublado porque em dia de chuva a cidade se tranfosma num caos completo, as ruas alagam, rios transbordam, o trânsito fica uma bosta, e a chance de luz e telefone pararem de funcionar é gigante.
No dia 17/01, última quarta-feira, choveu muito no Rio de Janeiro e meu bairro foi um dos mais castigados (aqui vocês veem a estação de trem). Minha rua alaga e alaga MUITO, mas não entra na minha casa, pois como a rua sempre encheu existem várias armadilhas anti-enchente. Na tempestade bizarra do dia 17 a rua alagou muito, a água chegou fácil a um metro de altura. Assim sendo não passavam nem carros e nem ônibus. Por voltas das 23h, com a rua cheia o motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária, decidiu que 1 metro de água era pouco e decidiu passar e não só decidiu passar, como decidiu passar em alta velocidade. O movimento do ônibus causou ondas, a pressão da água quebrou 3 portões e passou por cima de um muro alagando uma casa, um dos portões quebrados foi o da minha casa.
Um morador, que teve seu portão quebrado saiu de casa e foi confrontar o motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária, sobre o prejuízo causado por sua teimosia e ignorância, já que o ônibus não consegueria, e não conseguiu, passar e teve como resposta a frase: "Vocês tem mais é que se fuder mesmo", veja bem, o cara bancou o MacGyver tentando passar por uma enchente com um ônibus, quebrou 3 portões e alagou uma casa e ao invés de pedir desculpas disse que os moradores tinham mais é que se fuder mesmo. Depois disso continou batendo boca com um morador, que havia tido seu portão quebrado, xingou e ofendeu os moradores e só se calou quando alguém sacou uma câmera digital e tirou fotos dele, aí ele se escondeu, se calou e depois deu ré saindo da áera alagada.
Esse motorista do ônibus 355 de número B77560 da empresa Madureira Candelária foi denunciado por mim e pelos vizinhos, mas eu acho pouco...acho mesmo. Ele causou um dano facilmente evitável, bastava ele não ser ignorante a ponto de tentar passar por uma rua com água á 1 metro de altura e mesmo se a ignorância não o permitisse raciocinar, o moço poderia ter enfiado o rabinho entre as pernas e pedido desculpas, ao invés de xingar moradores preocupados num momento de fragilidade.
A mim resta torcer para que criem pílulas de cura contra ignorância, que a gente ache alguém que cobre barato pra consertar o portão e que os cachorros não fujam pelo buraco.

Comentários

  1. Mari, é aquele ditado: "Gente boba e estrada velha, não acabam."

    Tem que denunciar MESMO. Gente despreparada é que tem que se fuder.

    Vou ficar na torcida para que os cachorros não fujam!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Uma Baita Viagem?!