Morrendo de amor

Hoje Janine chegou da escola e ao invés de vir correndo no meu quarto como sempre, ficou na sala. De repente entra no quarto com um sorriso largo no rosto e as mãozinhas pra trás, e fica me olhando com ar de mistério...até que me estende um cartão.
Cataploft! Morri de amor, né? Como é possível uma criaturinha que outro dia tinha 1,420 kg dentro de uma encubadoura agora tá aí todo letrada?
Parece que a "tia" pediu que fizesse uma declaração para uma mulher que elas achassem importantes e a danadinha escolheu a madrinha, eu no caso.Fiquei toda boba e á coloquei no quadro de fotos.
2006 e eu no fome zero...oia esses braços finos
7 anos passaram e a gente continua linda.

Então foi isso meu povo...morri de amor e vim compartilhar com vocês.

Comentários

  1. aaaahhh que coisa mais fofa....
    imagino a sua emoção....

    beijoos

    http://esperadomeupresentinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. lindaa morri de amores tbm! hihihihh
    abraços!

    ResponderExcluir
  3. KI LINDA!!!!!!!! BATEU UMA SAUDADE DA MINHA SOBRINHA....

    ResponderExcluir
  4. Que cara de arteira ela tem, Mari!!
    rs
    Linda!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

5 meses: Celebrações e Desenvolvimento