Um Post de Agradecimento

Estou com esse post no rascunho mental desde o dia 26/02. Havia levado o Ravi pra tomar vacina e encontrei uma amiga da minha tia, ela me cumprimentou e iniciou um discurso de como "aquele bebê" não era pra ser meu e em como ela entendia a falta de fé que eu sentia naquele momento, que ela já havia perdido um bebê e na época não era evangélica e ficou revoltada e bla bla...eu sorri, concordei e não entrei no assunto, mas na minha mente eu fica me perguntando "Não era pra ser meu?"... "Falta de fé?" e assim nasceu esse post...
Eu tenho muito a agradecer a Deus pelos meus dois filhos, os dois vieram acrescentar muito na minha vida, vieram pra somar, pra me tornar uma pessoa melhor!
O primeiro veio para aumentar a minha fé e me fazer uma pessoa mais forte, mais forte do que eu jamais imaginei que fosse capaz de ser algum dia. Resgatou-me de uma vida que nunca foi pra mim, me trouxe ótimas amigas e me ajudou a ver como a minha família é maravilhosa.
O segundo veio pra fazer uma pessoa mais feliz e mais paciente.
"Não era pra ser seu", ela disse. Como não era? Aquele bebê, o Igor, meu filho, tanto era pra ser meu, que foi! Foi meu filho pelo tempo que deveria ser e quando se foi não deixou de ser, ainda é! E não me fez perder a fé, me fez redescobri-la, aumentá-la...
E meu Denguinho, meu Pacote...uma criança que quase não chora, que acorda sorrindo, que gargalha a toa, que nunca golfou (NUNCA!), que adora banho...eu só tenho a agradecer ...

Comentários

  1. As pessoas insiste em falar q "aquele filho" como se não tivesse nome ...como não foi nosso....sempre será nosso porque geramos....sempre estará presente em nosso coração ....lembrarei da minha filha ate o fim da minha vida e ela me trouxe tanto aprendizado como não era pra ser se veio para me ensinar ....faço igual dou um sorriso e balanço a cabeça ...
    Bjs amada.

    ResponderExcluir
  2. amiga tem pessoas que não sabem o que falam, e perdem a oportunidade de ficarem quietas rsrs!
    Deus sabe de todas as coisas, e tem um proposito para tudo em nossas vidas!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por seu testemunho!!! =)

    ResponderExcluir
  4. Às pessoas não sabem oq falam.
    O Igor sempre vai seu filho. Na minha religião acreditamos que a famílias podem ser eternas. Acreditamos que os filhos que não criamos, teremos a oportunidade de criar na eternidade. Ele é seu filho e sempre vai ser. Também acreditamos que as crianças que não "vingam" é pq eram perfeitas e não precisariam passar pelo que passamos, necessitam apenas de um corpo. Deus te escolheu pra ser mãe de uma dessas crianças. Ele conhece a rua força. Ele sabe do que é capaz. O Igor é teu, muito teu.
    (Coloquei as coisas que acredito, não como uma forma de impor nada).

    Beijos
    Fernanda.
    querouboumeucoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acredito que ele não precisava vir ao mundo, a missão dele, ele cumpriu.

      Excluir
  5. Tem gente que perde a oportunidade de ficar quieto !! Adorei seu post, maior prova de fé!
    E vc merece essa benção de bebê !!

    Beijos












    ResponderExcluir
  6. É seu e sempre será, seu filho Igor.
    Afffff tem gente que perde a oportunidade de ficar calada neh?! Isso irrita tanto que apenas temos que ignorar.
    Ravi é lindo, saudável e seu.
    Bjus
    http://seraquevousermae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Uma Baita Viagem?!