Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Meu Primeiro Grande Susto

Antes de contar o causo em si, deixem-me explicar que minha mãe é desesperada profissional tal qual era minha vó.
Uma vez, há alguns anos atrás quando Matheus e Janine eram mais ou menos do tamanho que Ravi é no momento, minha avó estava na área e de repente entrou correndo pra avisar que estava chovendo e as roupas das crianças ia molhar, veja bem, ao invés de tirar a roupa da corda primeiro e depois nos avisar da chuva, primeiro ela entrou em pânico por causa da chuva e só depois foi tirar a roupa da corda. E minha mãe não difere muito disso não...
Agora vamos aos fatos. Imagine que duas crianças e meia estavam jogando bola no quintal, sendo as 2 crianças grandes e fofas (sendo fofas eufemismo pra gordas, desculpa) e a meia criança um bebê frágil e magricelo. Agora imagine que a maior das crianças deu uma bundada no menorzinho e esse caiu e bateu a cabeça no chão, pois é...
Matheus deu uma bundada no Ravi que caiu no chão e bateu a cabeça no chão e aí começou meu susto (que foi rápi…

Pagando a língua

Diz que ser mãe é padecer no paraíso, padecer na internet..eu digo que ser mãe é padecer em seus próprios julgamentos. Ser mãe é pagar a língua, amiguinhas.
Eu já descobri isso no trabalho de parto. No hospital tinha banqueta, tinha chuveiro de água quente, tinha bola suíça e eu toda índia, toda pró curtir as dores fiquei deitada lá chorando e gemendo. Frouxa!
Aí nasceu meu pacote, pequeno, cheiroso limpinho e eu que sempre achei uó mãe que amarrava a cara quando mexiam com as suas crias, virava bicho sempre que alguém pedia pra ver meu filho. Fiquei doida paranóica, não gostava de absolutamente ninguém perto dele e sempre que alguém elogiava o Ravi, eu amarrava a cara.
Ah e tem a clássica "nãovouadaptarminhacasaaomeufilho, vouadaptarmeufilhoaminhacasa". Vejam bem, no mundo do faz de conta, minha casa ficaria igualzinha e meu filho aprenderia desde sempre a não mexer nas coisas. Aí o Ravi aprendeu a engatinhar e depois a andar e a mexer nas coisas e se possível fosse todas …