Adorable 2

Você conhece o terrible 2, já leu sobre ele, já ouviu falar sobre ele. É a tal "adolescência do bebê"!
O que você não vai ler nos e-familys e baby centers da vida é que junto com o terrible two vem também o adorable two ou o wonderful two, porque aquela criaturinha que está desenvolvendo personalidade própria, criando autonomia e descobrindo que é um ser completamente independente dos outros está cada vez mais social e isso rende momentos ótimos.
Por aqui ganho beijos e abraços espontâneos, sou acordada ao som de "mamãezinha mama" e as vezes sou convidada pra brincar, outras pra me retirar da brincadeira.  Tem imitação de tudo que vê, para com a mão na cintura e fica olhando pro nada pensando na vida, igual meu pai ou com os braços cruzados e franzindo o cenho quando não gosta do rumo da prosa. Tem bicos e um choro tão falso que faz a gente dar risada quando ouve não, e gargalhadas muitas gargalhadas. Tem brincadeira de lego, tem serenatas com o violão, as vezes sozinho, as vezes fazendo dueto com o pai, tem carrinho e bola, tem corridas sem fim pelo quintal e criança dormindo cansada ao fim do dia.
Óbvio que tem pirraça, mas não é todo dia, nem o tempo todo, na maioria das vezes tem é um bebê desabrochando numa criança. Falando o máximo possível, espelhando ações e sendo adorável.

Comentários

  1. Awnnnn! Adorei, Mari! Você tem razão. Muitas vezes pensamos só nos momentos terriveis quando falamos sobre essa fase. Mas tem momentos lindos também!

    ResponderExcluir
  2. Se não fosse o adorable 2 não conseguiríamos passar do terrible 2, né? kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Adorei! Pessoal só reclama da parte ruim né?
    E a parte boa que é tão linda ngm conta!
    Bjos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Uma Baita Viagem?!