Ter ou Não Ter, eis a questão

Eu sempre quis ter muitos filhos, pelo menos três e a ideia de nunca ter filhos sempre me apavorou.
Na infância eram quatro "Agatha, Tabata, Matheus e Lucas", depois passei a achar 4 de mais e na pré adolescência seriam 3, " Cecília, Gabriela e Lorena ", e depois a ideia de uma casa cheia de mulheres não me pareceu tão atraente e mudei pra João Pedro, Maria Cecília e Ingrid ou Guilherme.
E aí veio a primeira gestação e ainda com o Igor na barriga eu já planejava o segundinho pra final de 2014/início de 2015. Como todos sabem, as coisas saíram diferentes do planejado. E aí veio a segunda gestação e eu continuava pensando no segundo, planejando o segundo.
Primeiro eu queria engravidar de novo em novembro de 2015, depois de 2016, aí mudei pra 2017, janeiro de 2018 e aí percebi que talvez eu esteja adiando simplesmente por não querer mais.
Veja bem, ser mãe é tudo de mais maravilhoso que já me aconteceu, o Ravi foi um bebê perfeito, nunca trocou o dia pela noite, nunca teve cólicas e tem a saúde ótima.
Só que criança dá trabalho, consome tempo e precisa de dedicação e tenho começado a pensar que não vou dar conta de educar mais de um (aliás educar bem meninos nessa nossa sociedade machista é um baita desafio hein), tenho medo de não ter em um segundo filho o tempo de dedicação que tenho pro Ravi nesses primeiros 2 anos. Enfim...
Junte isso ao fato do marido também não querer mais filhos antes do curumim ter pelos pubianos e minha decisão atual é de não ter mais filhos.
Pode ser que isso mude daqui 6 meses, 6 dias, 6 anos, pode ser que não mude...
Quem viver verá...

Comentários

  1. Mari penso igual você morro de medo de ter outro filho por causa dessa sociedade machista e por causa desse mundo cruel.
    Hoje estou planejando um filho(a) para o ano que vem,mas com medo sabe?
    Vamos deixar rolar pra ver né.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Tô no mesmo barco.....difícil, né?

    ResponderExcluir
  3. Mari, eu quero muito ter outro bebê! Mas agora não dou conta. A Liana é exatamente o contrário do Ravi no quesito sono. Então agora penso em só fabricar o segundo dpeois que conseguir dormir melhor a noite. Mas como você, talvez eu mude de ideia :)

    ResponderExcluir
  4. Passando pra matar saudade e vi essa postagem.....As coisas acontecem quando tem que acontecer !!!!!!! Beijos Dani e Pingo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Sapos e Princesas