Me respeita

Respeite minhas escolhas
Respeite a forma que escolhi criar meu filho
Respeite as minhas neuras
Respeite o que eu quero que ele assista (ou não)
Respeite o que permito que ele coma (ou não)
Respeite meus gostos
Respeite meus incômodos
Respeite minha maternidade
Respeite-me, por favor

Eu sigo aqui, aprendendo a respeitar todas as outras mães e esperando que elas me respeitem também.
(Nos últimos dias tenho tido que me defender e/ou justificar em coisas relacionadas a maternidade e não tá sendo fácil, ainda mais somado aos hormônios insanos)

Comentários

  1. Ter que pedir para ser respeitada é muito triste =(, isto é um direito e tem que ser garantido ponto. Às vezes, parece um grande campo de batalha, se você faz de uma forma diferente da minha logo você está errada, não era para ser assim, seria tão mais legal e enriquecedor aprender com o outro ao invés de criticar!!!
    Forças Mari, você não está só!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Uma Baita Viagem?!