Sobre a TAG

Na sexta postei um texto errado aqui, quem me segue pelo blogger conseguiu ler ele todo, por isso resolvi me "explicar".
Eu sofro de Transtorno de Ansiedade Generalizada, e vejam bem, transtornos psicológicos não são fofinhos e engraçados como as pessoas fazem parecer na internet, na vida real é foda!!!

O transtorno da ansiedade generalizada (TAG), segundo o manual de classificação de doenças mentais (DSM.IV), é um distúrbio caracterizado pela “preocupação excessiva ou expectativa apreensiva”, persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo e vem acompanhado por três ou mais dos seguintes sintomas: inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono.


Faz uns dias que estou em crise, tenho meus momentos de total preocupação com o futuro e momentos de flashback, ou seja, revivo situações passadas e sinto cada sensação de novo. Um saco!!!!
Daí tenho que parar, respirar e focar na respiração pra voltar ao momento presente.
Hoje eu já estou bem melhor, mas vez ou outra me pego chorando por causa de coisas que podem vir a acontecer, mas tipo podem não rolar, pode ser uma neura causada pela TAG.

A vantagem de ter dois filhos é que passo boa parte do tempo ocupada, então  mesmo que o pensamento fique vagando sempre tem um choro pra acalentar, uma fralda pra trocar ou uma batalha entre o Thor e Hulk pra lutar e aí o foco passa a ser o agora.
E assim nós vamos...




Comentários

  1. Entendi Mari.
    Que chato isso.
    Sofro de ansiedade tambèm,e sei o quanto è ruim :/
    Sorte que temos nossos pequenos para nos distrair.
    http://www.simplesedoce.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Mari, abraço apertado, querida!

    Provavelmente eu também tenho TAG. Digo provavelmente porque nenhum profissional nunca me disse isso, mas vivo na pele essas sensações todas. É foda.

    Respira fundo que logo estará tudo bem. E pode me chamar pra conversar, se quiser.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Sapos e Princesas