Um Baita Puerpério

PUERPÉRIO
substantivo masculino
obst período que decorre desde o parto até que os órgãos genitais e o estado geral da mulher voltem às condições anteriores à gestação


 São 6 meses pós parto e o estado geral não voltou às condições anteriores à gestação. Talvez por ser o terceiro puerpério em 3 anos e meio, talvez pela gestação ter sido no susto o que tá pegando é que o puerpério não está aliviando!!!
Eu vivo triste, desanimada, cansada, irritada. Junte a isso um anticoncepcional que me deu 6 kg, ressecou meu cabelo e me deu enxaqueca e mais mal humor, duas crianças que demandam atenção entre as7h e as 21 horas e o fato de que minha turma está se formando e eu não tenho ideia de quando será minha vez e imaginem a tensão diária...
Eu amo essas crianças, quanto a isso não há dúvidas! Cada sorriso, gargalhada e gracinha nova faz a minha alegria, mas no geral ainda não está fácil.
E aí é preciso lidar com um tantão de coisas, né? Com gente dizendo que eu estou gorda, com gente dizendo que eu não estou me formando por culpa minha e mais um monte de ser humano com informações óbvias e conhecidas por mim. Apoio? Só do pai das crianças mesmo, que precisa lidar com as minhas constantes mudanças de humor e continua sendo um amorzinho, mesmo quando eu reclamo de tudo e digo que quero me separar.
Me mantenho na esperança de que em algum momento antes do dia 26 de maio de 2018 (não, eu não errei o ano não, é isso mesmo) esse puerpério me deixe em paz.

Comentários

  1. Abraço muito muito muito apertado, Mari!
    Puerpério é foda! Sei que está complicado, e esses pitacos também não ajudam em nada, mas tenta ir um dia por vez, naquele nosso velho esquema, rs. Em algum momento as coisas se assentam e voltam a seus novos lugares. Respira fundo, acolhe a bagunça e vamos avante. Estamos juntas <3

    Beijo grande!!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Mariana! Lendo seu post, lembrei de uma situação que vivi: há alguns anos, tentei uma marca diferente de anticoncepcional, e fiquei por alguns dias super triste, chorosa, deprimida... foi muito estranho. Mas aí suspeitei do anticoncepcional, troquei, e melhorei! Você já tentou outra marca?? Vai que ajuda, né? Um abraço!!

    ResponderExcluir
  3. te entendo, dificil as pessoas entenderem, mais fácil criticar!

    e que venha 2018 então...

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Mari, muita força pra vc...só o que posso dizer é que tenho certeza que tudo isso passará...não ligue pras críticas e acredite sempre em vc! Que esse ano leve o puerpério com ele e que no próximo tudo seja melhor!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Mari, eu torço pra que 2017 seja melhor pra você! E termino com a minha frase preferida sobre a vida: que ela é como rapadura, é doce, mas não é mole não!
    Um abraço apertado,
    Rita (prestes a mergulhar no puerpério também!)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Uma Baita Viagem?!