...

Eu pensei muito antes de escrever esse texto, eu pensei muito em como escrever esse texto também.
Eu não queria nada muito deprimente ou "carente", não queria que parecesse que estou tentando chamar a atenção.
Aliás, o post já começou, né? Já estou eu aqui me justificando pra que não pensem mal de mim...
Eu sou assim, me reservo de mais, me fecho de mais pra que ninguém faça uma impressão errada de mim. Tenho dificuldade de confiar nas pessoas, acabo sempre guardando as coisas pra mim e nesse momento tem tanta coisa guardada que eu vou explodir, eu acho.
Tô me sentindo sozinha, queria amigas, pra bater papo, falar besteira e desabafar quando necessário, mas não consigo.
Hoje estava brava e desabafei com "amigas" e riram, fizeram piadas e levaram como se fosse algo de menor importância, não houve EMPATIA a minha dor e minha neura com as pessoas só aumentou. Que coisa....
Há muitos e muitos anos atrás, minha melhor amiga na época disse "Você não pode fazer as coisas para as pessoas esperando que elas façam por você." Lembrei disso...
Eu posso ouvir, dar apoio, xingar junto...Mas não dá pra esperar que façam o mesmo por mim, não dá? Sei lá...
A maternidade é foda, viu? Sugou minha vida nesse furacão e eu tô presa aqui...
Mas o olho do furacão é interessante...Ravi olhou pra mim por um minuto ou dois e disse que eu estava bonita, me perguntou de onde vem a chuva e tagarelou sobre outras coisas. É gostoso, viu? Ser mãe...
É horrível, mas é gostoso.
Só uma mãe entende o que raios significa padecer no paraíso!!!

Comentários

  1. Um abraço de uma mãe que entende BEM!!!
    Força aí que o furacão devagarinho vai freando!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Mari, eu te entendo perfeitamente.
    Inclusive, escrivei sobre essa solidão na última news. Ô coisinha difícil de lidar, né.
    Mas uma hora as coisas se ajeitam, eu acredito nisso.

    Tô aqui pra mandar abraço e pra dizer que estou disponível para bater papo (whats?) ou qualquer coisa assim.

    Fica bem.

    Beijo beijo!

    ResponderExcluir
  3. Eu te entendo, é muito difícil mesmo, só Deus... Quando eu estou assim eu choro e converso com Deus, só Ele me entende, te aconselho o mesmo...força, bjo

    ResponderExcluir
  4. É minha xará eu te entendo... E como entendo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias

Sapos e Princesas