Uma porção de coisas...

Olá moças lindas desse meu Brasil....
Hoje fui participar pela segunda vez do grupo de gestantes da Clínica da Família aqui perto, e confesso que gostei bem mais do que da primeira. No primeiro que fui só uma mãe de 34 anos que esperava o 11º filho me valeu a ida, ela disse que queria ligar, mas tinha que ser depois do parto porque "não tem tempo pra cesárea"...e que o 10º filho ela mesma fez o parto em casa, sozinha....a mulher é tipo profissional de parto. Falamos de alimentação, remédios, amamentação, "frio do bebê" e descobri que na próxima terça pela manhã o tema será: BANHO...como terça é dia do Psicólogo não terei aula a semana toda e sim palestras, ou seja, partiu grupo na terça de manhã, daí na faculdade eu assisto a palestra da noite
Durante o grupo falamos do tal leite fraco, do "frio do bebê"...aquele dia que está um calorão, solzão, a mãe de regata e shotinho e a criança toda empacotada porque não tá frio pra gente, mas tá frio pra eles. Falamos da história do "mas eu fiz e meus filhos não morreram" que as véia adoram e a enfermeira alertou que esse negócio de esfregar bucha vegetal, toalha, pente no bico dos seios atrapalha muito mais que ajuda, tem nada que "acostumar" os seios a sofrer não...Foi uma experiência das mais legais e agora estou ansiosa para os próximos encontros.

Na sexta-feira fui até a Maternidade Maria Amélia tentar começar o pré-natal lá, mas tomei um balde de água fria quando descobri que eles não abrem prontuário, e eu teria que ser encaminhada pra lá, mas mesmo assim conheci o lugar e me informei que não precisa encaminhamento, só chegar lá e parir (queria agradecer a Aline por ter me dado a dica nos comentários, valeu Aline) e dá direito a dois acompanhantes, e aí começa meu problema porque de cara os dois acompanhantes que me vêm a mente são marido e minha mãe, mas assim...minha mãe vai me tirar do sério, com certeza, ao invés de me ajudar capaz que ela atrapalhe...já que é o desespero em forma de gente, daí fico pensando em arrumar uma doula, mas financeiramente falando não sei se é uma boa ideia. E agora não sei o que faço...não sei se quero minha mãe me desesperando ou se quero passar por outro parto sem minha mãe....tenho, no mínimo, 13 semanas (ai que otimista achando que vai parir com 38 semanas) pra decidir que se quero ou não Katia Cristina comigo....

E falando em parto, estou precisando de dicas para empoderar o marido...pretendo só ir pra maternidade quando bicho estiver pegando. Mas, ele já disse que assim que eu entrar em TP nós vamos, que não vai ficar esperando pra criança não nascer em casa...e eu me vejo não tendo a tranquilidade necessária pro início do TP...Daí quanto mais eu falo, mas eu penso na doula...Mas preciso de umas dicas, uns links, uns vídeos pra ir o acalmando, pra que ele seja meu instrumento de calma e não de surto, no momento do parto. Alguma dica?

Na segunda tive minha consulta na Clínica da Família e assim, nem é tão ruim. Não diferiu quase nada de consultas pagas, demorei quase uma hora pra entrar, a médica era um amorzinho, super simpática e educada, me disse que preciso tomar as vacinas da hepatite de novo porque meus exames mostram que não estou imune...fiquei meio tensa com isso porque passei por uns 3 ou 4 GOs do plano que viram meus exames e nenhum deles me disse isso, mas vou tomar. Me pesou, aferiu a pressão e na hora de ouvirmos o coração do guri passar por um momento de constragimento, já que sempre que a dra encostava o doppler na minha barriga o sujeito empurrava (ou chutava, né?) o aparelho...levamos quase 30 minutos pra conseguir...e ao fim a dra ainda me solta um "Mas que menino mal criado"...nem nasceu e já tá fazendo a mãe passar carão, vou acabar batizando de Milorde mesmo, só de vingacinha...rsrsr

E pra encerrar, graças a Dany (valeuzão Dany) consegui um curso de gestantes no próximo sábado. Estou esperando e-mail com mais informações e prometo que assim que voltar conto pra vocês como foi....




Comentários

  1. Que delicia isso tudo Mari!!!
    Feliz por vocês :)))
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eba, quantas novidades!

    Muito legais esses encontros, né? To curiosa pra saber como vai ser o de Terça sobre o banho! Hahaha!

    Também vou parir sem doula, Mari... E seja o que Deus quiser!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que bom que tu está achando lugares bacanas!
    Eu nao quero a minha mae junto no parto. Acho que ela vai me deixar mais nervosa. Ainda bem que ela mora BEM longe e nao tem férias na época.
    Vou ter doula e estamos achando ótimo, acho uma belezinha alguém que venha em casa, diga quando ir pro hospital, me ajude a lidar com a dor, fique comigo enquanto marido vai tomar um café (sem ele sentir que está me abandonando).
    Você já conversou com alguma? Perguntou de preco? A minha eu me surpreendi com o preco, achava que sairia mais caro.
    A grana aqui tá curta (estamos comprando apartamento)e economizei comprando um carrinho de segunda mao (em perfeito estado) pra sobrar pra doula.
    Bjs e bos sorte!
    Elisa

    ResponderExcluir
  4. Eu não estou fazendo nenhum tipo de preparação pro seios... o máximo que vou fazer a partir dessa semana é tomar um solzinho, mas só isso...
    Eeebbba, quero ver seu post falando sobre a aula do banho hein... rsrs
    Eu queria muito uma doula tbm, mas não vai ser possivel por causas pe$$oai$.. rsrs Se vc tiver condições, chama sim um doula... Agora, se não tiver, vc pode conversar com sua mãe, antes, e falar pra ela tudo que vc não quer que ela fique falando... entende? Só de ter ela do seu lado, sem falar nada já ajuda...
    Que bom que gostou da clínica.. o Arthur tbm não gosta quando o GO encosta o aparelho na barriga, ele chuta tbm.... rsrs

    Beijooos

    http://esperadomeupresentinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Mari...
    O que mais funcionou por aqui foram os vídeos, os encontros de gestantes, diálogo, muito diálogo e muita muita paciência.
    Olha acho que vale muito a pena você ir atrás de uma doula, se sente que precisa de uma, pode até ser um dinheiro além do que você pretendia gastar, mas geralmente elas facilitam muito o pagamento, vale muito dar uma pesquisada aí na sua cidade.
    No começo tbm não queria que minha mãe ficasse comigo, mas agora ela entende e apoia o parto que escolhi, já avisei que qualquer bola fora dela eu expulso todo mundo da minha casa e vou parir sozinha...rsrs!
    Acho que sua mãe tem que estar bem preparada para acompanhar seu parto, se não como você disse, ela vai mais atrapalhar do que ajudar!
    Torcendo para que você encontre uma doula para chamar de sua!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  6. hahahahahahhahaa, fala para ele que vai ser mesmo Milorde e ao invés de chutar sua barriga, será o colo do seu útero! Aí quero ver como controlar a vontade de colocar a mao na perereca! É automático! hahahaha

    E doula é um sonho né? Mega boa sorte!

    ResponderExcluir
  7. Eu ñ terei doula pq aqui onde moro nem sei se existe essa profissional, aqui é o fim do mundo sabe?!?!
    E acho que nem eu tenho esse emponderamento todo pra ficar esperando em casa, sou ansiosa e desesperada, rsrs

    Quero saber sobre o banho, rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Mari, eu também queria muitoooooo a minha mãe presente no parto, trabalho de parto e tal. mas pelo andar da carruagem ela ia me enlouquecer! Posso te dar outra dica maravilhosa? Tem doulas voluntárias, que estão começando... elas fazem o curso de doulas e já são habilitadas a trabalhar, mas geralmente estão no comecinho e não acompanharam muitos partos (às vezes nenhum, mas eu acho melhor uma pessoa com alguma formação do que a minha mãe me pirando). Se vc tiver tempo, frequente o grupo Ishtar (eles tem blog, procura ishtar rio), lá tem muitas doulas, das mais caras às mais baratas, elas parcelam o pagamento... tenho certeza de que vc vai conseguir alguma indicação boa!! Eu tenho uma doula voluntária MA-RA-VI-LHO-SA!!! Não vai me cobrar 1 centavo! Ela fica horas comigo no face, me tira dúvidas, posso ligar a qualquer hora que precisar (inclusive a cobrar rsrs). Se quiser me passa um email para line_cunha_silva @ hotmail .com e conversamos, posso te dar o contato dela!!!!!! bjs!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a dica da Aline, Mari. Vai atrás de uma doula! Nunca ouvi ninguem q se arrependeu (claro q doula com formação, de preferencia indicação).
    Sobre o marido, eu fiz um post "como emponderar seu dragão". Vê lá que pode ajudar.
    Beijooo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

Pensando aqui...

A perda gestacional existe...e tem rosto.

Epifanias