Sentimentos Finais

Ansiedade, medo, expectativa...tudo aqui, junto e misturado.
Hoje completamos 35 semanas e a sensação de que "tá acabando", tá aqui quase que em tom de ameaça. "Você não chega ao final de novembro não", as pessoas adoram dizer....
Primeiro foi a vizinha que me parou perguntando se eu havia "colado com Super Bonder" já que demora tanto a nascer. Eu a mandei pro inferno, mentalmente é claro, respirei fundo, abri o sorriso mais amarelo e falso que consegui e expliquei falta tempo ainda, e que como emendei duas gestações as pessoas acabam sentindo como se eu estivesse grávida há mais tempo do que estou.
Mais tarde nesse mesmo dia, uma conhecida me parou pra perguntar se eu já tinha a data, expliquei que a data só que tem é o guri e ela insistiu se a médica já não tinha dado uma data de até quando ele nasce. Daí fui lá eu explicar que a DPP é dita na primeira consulta e que é final de novembro... 
E por fim foi minha tia, ligando pra mim logo cedo pela manhã pra perguntar se eu já estava sentindo alguma coisa...confesso que naquela hora eu sentia sono, mas não era essa a resposta que ela queria. Perguntou de novo "é pra quando?" e a resposta 30/11 a deixou frustrada...disse que demorava muito e desligou.
Minha ansiedade é mais pelo medo. Tenho tanto medo de que me aconteça tudo novo, confesso...convivo com esse medo há um ano. No dia seguinte após pegar meu positivo, chorei...chorei muito, chorei dos olhos incharem e da cabeça doer. Marido brigou comigo, disse que se decidimos tentar de novo era porque estávamos confiantes que se soubesse que eu ficaria daquele jeito não tinha topado. Engoli o choro e estou fingindo que não tenho medo desde então, mas tenho...e o medo é tão grande que só de falar nele meus olhos marejam....
E tem o quarto...ah o quarto. A decoração nem começou a ser feita, o berço não foi montado e marido insiste em colocar as tralhas dele em cima da cômoda, que eu já arrumei com tanto amor.
E como se tudo isso não bastasse, tem a introspecção e a saudade antecipada. São 18 meses de barriga, já não lembro como é não estar grávida, de verdade...e não pretendo engravidar de novo antes de 2016 (ou final de 2015, vá lá) e já sinto uma falta danada do barrigão, dos movimentos, dos mimos, das filas preferências...e com essa saudade antecipada tenho sentido vontade de ficar quietinha, no meu cantinho...tem dias que nem na casa da minha mãe eu vou. Quero curtir minhas últimas semanas, me despedir da barriga e me preparar pra receber meu filho. Entrar em sintonia com meu corpo pra entender o que acontece com ele, para que trabalho de parto e parto sejam momentos meus, em que seu serei dona de mim, por completo...
E nesses momentos eu prefiro a solidão, o isolamento...a paz.  É preciso que eu esteja em completa sintonia com meu "eu" antes de que ele se transforme em nós...e é isso que farei nessas últimas semanas.


(Ah fiz um post sobre a escolha do nome, está programado para entrar no ar dia 30/11. Se guri nascer antes de 40 semanas, vocês ficam sabendo antes se ele quiser ficar aqui por mais tempo ficarão sabendo lá.)

Comentários

  1. Eu quero mto na reta final poder ficar em casa e curtir a barriga!!
    E aqui muita gente me fala que tb não vai até dia 15/01 que ela nasce antes, tem que ouvir e fazer cara de paisagem né?!?!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Flor, as pessoas tem uma pressa né.. eu passava a mesma coisa... mas não dá bola, continua dando os sorrisos amarelos!
    A pressa é do mundo... hoje em dia as pessoas tem mania de controle!

    O quarto do meu filho no começo, quando ele nasceu também não ficou pronto de imediato, ele dormia no carrinho... fica tranquila que vai dar tempo de tudo, se não der, tudo bem, ele precisa do teu colo e amor, o resto se ajeita.

    Força ai, tudo vai ficar bem!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Aiii amiga, eu tenho um ódio desse povo que vem falar essas coisas... haha dá vontade de mandar praquele lugar só com passagem de ida... rsrs
    Vc tá animada hein.. eu não quero outro filho de jeito nenhum.... mas dizem que depois que o bebe faz 1 ano a gente muda de ideia... rsrs quem sabe....

    Como assim que vc vai deixar a gente curiosas até o dia 30/11 pra saber o nome?? hehehe
    Vo morrer de curiosidade até lá...

    Beijooos

    http://esperadomeupresentinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tá chegando, Mari!!! Milorde tá chegando!!! =)

    Sabe, não consigo nem imaginar a dor e o medo que estão no seu coração...mas uma coisa eu te digo: não é mais hora de esconder, é hora de viver, de sentir, de processar, de chorar mesmo, até lavar a alma... porque quando vc estiver mais leve, mais "limpa" disso (e digo "mais" pq sei que nunca dá pra lavar tudo, né?!)..aí sim Milorde vai poder vir pra vc, pra vcs começaram a história dos dois com nada mais além de amor e paz nos corações!!!

    Quanto às pentelhações dos outros...dá maior vontade de não atender mais o telefone, hein?!?! rsrs Haja paciência...

    Aproveite esse restinho pra se despedir da barriga, pra curtir ela tudo que vc puder, pra descansar..e se preparar pra tudo que vem pela frente...!!!!

    E espero que Milorde chegue antes das 40 semanas pra gente não ficar muito mais tempo curiosa!!hahaha

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  5. Se prepara para escutar isso para caramba!
    Eu já até parei de atender telefonemas! é muita cobrança para que o bebê nasça! Que coisa mais chata!!
    Te desejo toda paciencia do mundo, pq é dificil nao acabar ficando ansiosa... :(
    No final das contas, dá tudo certo!! Curte a barriga sim, e tenta adiantar com o marido pelo menos o berço, o resto se ajeita com o tempo :))

    Um beijoo

    ResponderExcluir
  6. Tó aqui lendo com os olhos cheio de lagrima ...
    Como pode vc escreveu tudo q eu sentia nas minha ultimas semanas...
    O que tenho para te falar miga o medo esse é complicado ele vai acompanha ate o ultimo momento mas quando ver aquele rostinho mais lindo da sua vida o medo passara num piscar ....
    aiii viram outros medos não mais da perda... mas sim o medo de não dar conta de cuidar de um bb....mas um segredinho amada entre nós aqui vc dará conta sim pois todas as mães sente esse medinho e naquele momento seremos uma mãe normal sim com um filho anjo q nunca esqueceremos.... mas com um filho aqui para encher seu colo e sua vida de felicidade...

    As pessoas tbem me perturbavam infelizmente perdem a oportunidade de ficar caladas alguns por curiosidade e outros por inocência mas quando estamos nesse turbilhão de emoções só queremos um casulo só para ter paz e evitar esse tipos de comentários e normal no final não eu aquentava mas olhar o povo chato a vontade era fica surda.

    Saudade da barriga essa realmente sinto muuuuuiiiiiita sentir ela mexendo ate a vontade de ir ao banheiro todo momento eu sinto rs (louca né???) estou aprendendo a viver sem a barriga...
    Foi 18 meses gravida dando intervalo de 6 meses de uma gestação da outra sofro ainda com as marcas deixada devido esse pouco tempo de intervalo mais faria tudo novamente pois a Luiza é a razão de continuar minha vida ....é a felicidade em minha alma...a cada sorriso enche meu coração de alegria a cada desenvolvimento sinto o amor crescendo com a mesma rapidez....
    Amiga vale apena passar por tudo isso vc perceberá....
    Beijos amada e acabei fazendo um poste (me exclua rsrs )
    Tó aqui torcendo orando e mandando as melhores energia não vou dizer q dará certo pois já deu ....Tó louca para conhecer o milorde :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mariana! Eu imagino o que você deve estar sentindo. É muita coisa né? O fato de você ter emendado 2 gravidezes, a sua experiência na primeira, você estar nadando contra a maré, querendo algo que deveria ser normal (como o nome já diz) mas que no Brasil não é... Nada mais compreensível que você querer ficar sozinha, estar emotiva. Coloca tudo pra fora, se limpa mesmo! E se for melhor pra você, evite contato com essas pessoas que falam demais.
    Beijos!
    Rita
    http://melancianabarriga.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

Epifanias

A perda gestacional existe...e tem rosto.

5 meses: Celebrações e Desenvolvimento