Inquieta

Eu estava triste, ansiosa, irritada e revoltada tudo ao mesmo tempo.
Aí parei, respirei, contei até 5 bilhões, olhei pra dentro e pra fora e revoltei mais um pouquinho, confesso.
E aí fui estudar, fui ler, fui entender o que se passava aqui dentro e tentar entender o que se passa lá fora também...
E vai ter "textão", post reflexão e muita falação...
Enquanto o corpo está pesado, cansado e devagar quase parando, a mente anda inquieta e sem pausa....
Fazendo vários planos, planejamentos, tendo ideias...tá bom, hein. 
A todos os comentários no post de quinta, obrigada!!!
Escrevi meio despretensiosamente, só pra deixar claro que apesar de todo cansaço, stress e tudo mais a maternidade tem seu lado bom e aqui em casa o lado bom se chama Ravi.

Comentários

  1. Mari quando estou triste/chateada/irritada não consigo fazer outra coisa senão ficar pensando no que me causou estes sentimentos =/,tô adorando os textos do PEM, leio e fico pensando um tempão depois, você com toda certeza será uma excelente psicóloga =)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários são moderados para evitar a fadiga, mas não se acanhe e comente ou me sentirei falando sozinha.

Postagens mais visitadas deste blog

Epifanias

A perda gestacional existe...e tem rosto.

5 meses: Celebrações e Desenvolvimento